quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

As Horas Distantes, de Kate Morton

Sinopse:

Tudo começa quando uma carta, perdida há mais de meio século, chega finalmente ao seu destino...
Evacuada de Londres, no início da II Guerra Mundial, a jovem Meredith Burchill é acolhida pela família Blythe no majestoso Castelo de Milderhurst. Aí, descobre o prazer dos livros e da fantasia, mas também os seus perigos.

Cinquenta anos depois, Edie procura decifrar os enigmas que envolvem a juventude da sua mãe e a sua relação com as excêntricas irmãs Blythe, que permaneceram no castelo desde então. Há muito isoladas do mundo, elas sofrem as consequências de terríveis acontecimentos que modificaram os seus destinos para sempre. No interior do decadente castelo, Edie começa a deslindar o passado de Meredith. Mas há outros segredos escondidos nas paredes do edifício. A verdade do que realmente aconteceu nas horas distantes do Castelo de Milderhurst irá por fim ser revelada...
(in Goodreads)


Opinião: 

Tinha bastante curiosidade em ler os livros desta autora. Primeiro, porque as suas sinopses sempre me despertaram a atenção; segundo, pelas suas fantásticas opiniões no Goodreads. E foi uma agradável descoberta, que só não foi uma surpresa porque esperava uma boa história, sendo isso mesmo o que aconteceu. Esta história prendeu-me logo nas primeiras páginas, criando um imaginário muito forte e deixando-me sempre em suspense, sempre a querer ler mais e a desvendar o mistério por detrás de tanta história. 

O livro, tal como refere na sinopse, conta a história de uma jovem editora, que, depois de ver a sua mãe receber uma carta misteriosa que tinha sido perdida no período da Segunda Guerra, fica completamente curiosa sobre de onde veio a carta (do castelo de Milderhurst) e sobre todo esse mistério. Mistério esse que reside na vida, mais especialmente num determinado acontecimento numa noite de tempestade em outubro de 1941, em que tudo se alterou no castelo de Milderhurst, sendo que as três irmãs nunca mais foram as mesmas. Sempre com momentos de grande intriga, mistério, romance e drama, a autora conseguiu criar um excelente romance com toques de mistério muitíssimo bem escrito e contado, uma vez que é narrado com extrema mestria. 

O enredo é fortíssimo, cheio de momentos de grande tensão e emoção, que me deixaram presa à leitura. Senti constantemente um grande apelo por saber mais, desvendar o segredo por detrás do castelo, por detrás das irmã ...e isso é revelador da força do enredo e do seu mistério. Não é um enredo previsível, sem sombra de dúvida, antes pelo contrário, e isso é fundamental numa história deste género. Tem todos os ingredientes que uma boa história deve ter e em doses bem repartidas. 

As descrições também são fantásticas e muito bem elaboradas, sem serem maçadoras. É possível sentir, ver e estar com as personagens ao longo da narrativa por causa das descrições pujantes e cheias de vida. Mesmo descrições de momentos sem corpo, como "ser chamado do meio do livro" (quando se está a ler e se é chamado), estão tão perfeitas que servem para definir esses momentos que por si mesmos não têm definição. É como se estivesse lá, se estivesse com as personagens...como se se fizesse parte do castelo e daquela história. São, de facto, descrições de grande intensidade, força e beleza. Muito assertivas e esplêndidas. 

Em relação às personagens, posso afirmar que são todas excelentes. Gostei imenso de Edith, que é a narradora e jovem editora. Sempre cheia de genica e muito curiosa, consegue ser a narradora perfeita para a história, porque está sempre à procura de respostas para os mistérios do castelo. Também gostei dos familiares de Edith, todos muito diferentes e com histórias bem fortes. E claro, também gostei das irmãs Blythe: Seraphina, Percy e Juniper, que cada uma é tão diferente da outra como o dia da noite e o sol da lua e todas têm tudo em comum e uma história tão arrepiante. Gostei de todas, cada qual à sua maneira. E também gostei muito de Tom Cavill, o eterno visitante e noivo de Juniper. 

Ao longo da leitura fui pondo várias hipóteses para a resolução dos mistérios, mas confesso que não descobri totalmente e fiquei bastante por me ter surpreendido nas minhas conjeturas, porque é sinal de que a autora conseguiu encontrar uma explicação bastante inteligente e interessante, conseguindo criar um todo global muito bem conseguido, juntando todas as peças e toda a história numa grande cúpula cheia de do passado, presente e futuro de todas as personagens. Todos os acontecimentos tiveram um propósito e uma ligação e isso está muito bem elaborado ao longo da história. 

Não tenho nenhum ponto negativo a apontar. Talvez haja quem ache a narrativa um bocadinho lenta de início, mas eu não achei, uma vez que achei isso parte integrante do mistério. 

Em suma, aqui está uma autora que espero acompanhar e que recomendo sem reservas. Excelente!

NOTA (0 a 10): 10

12 comentários:

  1. Olá,
    Tenho que me dedicar a este livro :D já o tenho na estante há uns meses e parece-me muito bom. Da autora já li o "O Jardim dos Segredos" e adorei, achei-o muito original (fala sobre três mulheres em três épocas diferentes e a história ainda vai sendo ladeada por contos de fadas que uma delas escreve, que de alguma forma vão espelhar o que vai ser contado).

    beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      é mesmo bom, acho bem que te dediques. É o primeiro que leio da autora e vou quer ler mais. Estive na dúvida entre este e esse, O Jardim dos Segredos, mas decidi-me por este. Penso que esse vai ser um dos próximos =D

      Fiquei ainda mais curiosa!

      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
  2. Olá!
    Adoro os livros de Kate Morton (só me falta o mais recente) e fico sempre contente quando vejo que alguém lê a autora pela primeira vez e gosta =)
    Se gostaste deste livro, aconselho-te principalmente O Jardim dos Segredos pois é o meu preferido e acho que vais gostar também =) (é que Horas Distantes, apesar de ter gostado, achei-o um bocadinho mais fraco)
    Beijinhos

    O Prazer das Coisas | Facebook | Youtube | Goodreads

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      ainda bem que decide apostar na autora. Já estou a ver que tenho um belo universo para descobrir!
      Gostei muito. És a segunda leitora que me refere esse título. Não posso ficar indiferente. Estas edições de bolso estão a 30% em cartão Bertrand e é de aproveitar...ai ai! =D

      Se O Jardim dos Segredos é melhor do que este, então é uma autêntica maravilha =)

      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
  3. Olá Maria Rita

    Também tenho aqui 3 livros da autora para ler, incluindo este do qual fizeste opinião, estou muito curiosa por ler e confiante de que vai ser uma excelente leitura. Gostei muito da opinião

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Elsa,

      acho que é o género de história que vais gostar. Espero mesmo que gostes, porque é excelente =)
      Ainda bem que já os tens! Quais são, para além deste?

      Muito obrigada =)

      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
  4. olá Maria Rita, gostei de sua opinião, o livro parece ser muito bom mesmo, vou ver se acho por aqui. Parabéns pela resenha, muito boa!!!

    Abraços e boas leituras!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      muito obrigada. É um belo livro, cheio de mistério.

      Tenta achar, sim =)

      Obrigada!

      Bjs e boas leituras

      Eliminar
  5. Oii, adoreii, amei o blog também, estou te seguindo já, bjos.

    yuugracindo.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      obrigada! Vou seguir também =)

      Bjs e boas leituras

      Eliminar
  6. Viva,

    Bem depois de ler este excelente comentário não posso ficar indiferente á tua sugestão, recomendação registada ;)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Fiacha!

      Aqui está um livro que deves gostar. É muito bom e enche as medidas =)

      Espero que gostes! Muito obrigada

      Bjs e boas leituras

      Eliminar