sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

O Monte dos Vendavais, de Emily Brontë

Quem já leu "O Monte dos Vendavais?"

Já o li há bastante tempo, aí em 2005/2006. Foi uma das histórias que mais me marcou. Num altura em que eu era adolescente, aquele livro foi para mim o expoente do romance. A parte gótica que nele está intrincada, toda aquele ambiente sinistro e um tanto assustador, fascinou-me.
A vida de Catherine e Heathcliff, bem como de todos os outros membros da família e dos que aparecem posteriormente, é bastante interessante e forte, cheia de imagens de amor e melancolia.

Heathcliff foi morar para a casa de Catherine quando era ainda uma criança. Foi levado para lá pelo pai de Catherine, mas o irmão desta nunca engraçou com Heathcliff, sendo sempre seu inimigo. A inimizade tornou-se ainda mais forte quando este entendeu que a irmã amava Heathcliff.
Devido ao comportamento temultuoso de Heathcliff, Catherine nunca conseguiu ser muito feliz com ele (ela também tinha alguma tendência para a loucura), porém amava-o, no entanto o seu estatuto social deveria supor um esposo mais abastado e ela começou a desiludir-se com Heathcliff. Um grande amor ligava-a a Heathcliff e este também a amava, mesmo que nem sempre o demonstrasse da melhor maneira. O tempo passa e muito acontece naquela casa.
A história é contada por Nelly, uma criada que há bastante tempo vivia na mansão, a um jovem que está na mansão, e doente. Nelly entretém-o contando-lhe as histórias da mansão e da família Earnshaw.

A história é muito, muito bonita. É o meu romance de eleição. O ambiente gótico, com uma história forte e poderosa, ambiciosa e melodramática, fizeram da história de amor de Catherine e Heathcliff uma história de amor intemporal e magnífica. 
A escrita é clássica, nem sempre muito muito acessível, mas muito bem elaborada.  O espaço temporal da narrativa é bastante amplo, abrangido um largo período de tempo e várias personagens de várias gerações. O espaço fisico é lindo, extremamente fantástico e romântico (colinas, pântanos...). É uma história antiga que é sempre presente! 
Quem ainda não leu, leia, porque vale a pena. Quem já leu, deleite-se com a lembrança ou relei-a. 


NOTA (0 a 10): 10

14 comentários:

  1. Olá,

    Bem ter desenho e levar 10/10 chama logo a atenção :D

    Já tenho lido muitos comentários positivos a este livro julgo que até o tenho (tem a minha mãe mas é igual :D) é mais um "lembrete" para não deixar passar ao lado este livro.

    Muito bem ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      E já foi lido há algum tempo! :D

      Sim, este é um livro mesmo muito bom, clássico, intemporal. Claro! :D o que interessa é ter! Sim, não deixes, porque estás a perder uma boa história :)

      Obrigada!

      Eliminar
  2. Há muito tempo que os livros das irmãs Brontë andam na minha wishlist, tanto da Emily como da Charlotte. São clássicos e, pelo que ouvi dizer, bastante bons. E com esta opinião deixaste-me a querer ler os livros delas ainda mais :p
    Nunca li nenhum livro gótico mas parece que toda a gente gosta portanto um dia vou ver se me deito a este género.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Das irmãs Brontë também já Jane Eyre. Não gostei tanto como deste. Talvez por ter gostado mais do da Emily, talvez pela história em si. Fico contente por ter ajudado a manter e espicaçar a curiosidade :D
      Penso que este foi até agora o único que li, não sei muito bem que outros há por aí :S gostei muito, é um "goticismo" suave, muito romântico.

      Eliminar
  3. Olá,

    Só mesmo para te informar que também tens um selo da minha parte no meu blogue e não é por retribuição é mesmo porque mereces ;)

    http://leiturasdocorvofiacha.blogspot.pt/2013/02/ora-bem-foi-um-final-de-semana-com.html

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Muito obrigada, assim que puder vou lá ver e comentar! :D Obrigada mesmo :)

      Bjs

      Eliminar
  4. Nunca li o Monte dos Vendavais... falha minha :)

    Deixei-te um selo no meu blog! Já o recebeste, mas aqui fica mais um ^^
    http://eu-e-o-bam.blogspot.pt/2013/02/selo-liebster-award.html

    Espero que te divirtas :)

    Beijinhos e boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deves ler :)

      Obrigada!
      Tu também :)

      Bjs e boas leituras

      Eliminar
  5. Deixei-te um selo no meu blog :
    http://confissoesdeumaleitoracompulsiva.blogspot.pt/2013/02/selo-liebster-award.html

    ResponderEliminar
  6. Já li e gostei muito, concordo contigo.
    Antes de mais deixa-me dar os parabéns pelo teu blog e pelos comentários que fazes. Espero que tenha muito sucesso :)
    Aproveito para te dizer que te deixei um selo no meu blog em sinal de reconhecimento
    http://folhasdomundo.blogspot.pt/
    Aparece e diverte-te
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A história é mesmo bonita.
      Muito obrigada! Também já tive no teu e gostei muito :) Também para ti! =D
      Obrigada vou já ver!
      Assim farei :)

      Beijinho

      Eliminar
  7. Nesse livro q aqui no Brasil, é chamado de Morro dos Ventos Uivantes, o q mais me chamou a atenção foi a intensidade dos sentimentos dos personagens centrais, com eles não tinha meio termo, ou ódio, ou paixão, não tinha espaço para mais nada. O livro é muito bom, mas confesso q não sou apaixonada por ele, indico-o como um clássico, e ao meu ver é uma leitura obrigatória, bem como Kafka, Dostoiévisk, Jane Austen, dentre outros.Fico por aqui, bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A intensidade dos sentimentos é o que mais está presente na obra. É um dos factos que a embeleza.
      Gostei muito, na altura em que o li foi mesmo especial. Ainda não li nada desses autores que mencionas. De Jane Austen então até é um bocadinho vergonhoso, mas tenho a impressão de que não vou gostar muito e por isso ainda não arrisquei.

      Bjs!

      Eliminar